Home Curiosidades Antitranspirantes e o câncer de mama

Antitranspirantes e o câncer de mama

12 min read
0
0
28

deso2[1]

Será que é verdade que os antitranspirantes e o câncer de mama andam lado a lado? Algumas pesquisas dizem que mulheres que usam esse tipo de desodorante está suscetível a desenvolver câncer de mama. Mas o que tem de tão grave nesse tal de antitranspirante?

Antitranspirantes ou antiperspirantes são produtos que inibem ou diminuem a transpiração. Grande parte dos antitranspirantes funciona também como desodorante, porém a maioria dos desodorantes não atua como antitranspirante.

Os antitranspirantes possuem em sua composição sais de alumínio e derivados. Por este motivo, algumas pessoas questionam se estes compostos em contato com o corpo propiciariam o desenvolvimento de câncer de mama. Outra associação refere-se ao fato de que a maior incidência da doença ocorre no quadrante superior da área do peito, local utilizado para aplicação do produto, onde estão localizados os nódulos linfáticos.

No entanto, sabe-se que a maior incidência de câncer nesse quadrante é percebida, uma vez que nele se encontra a maior quantidade de tecido mamário, o que aumenta as chances para o desenvolvimento da doença.

veja alguns estudos que falam da relação dos antitranspirantes e o câncer de mama.

autoexame[1]Segundo parecer técnico divulgado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não existe até o momento dados significativos na literatura científica que relacionem os sais de alumínio presentes na fórmula dos antitranspirantes com a incidência de câncer de mama.

Em janeiro de 2004 foi publicado na revista Journal of Applied Toxicology um artigo assinado por pesquisadores da University of Reading, na Grã-Bretanha (GB), demonstrando a presença de altas concentrações de parabenos em tecidos retirados de tumores mamários de mulheres que usavam este tipo de desodorante.

No entanto, no editorial da mesma revista, há um outro artigo de pesquisadores do Departamento de Toxicologia do Laboratório Covance (GB) questionando o desenho do Estudo, a inferência dos resultados tendo em vista que o número de amostras de tecido coletado de tumores mamários foi pequeno (n=20). Questionou-se também a toxicidade desses compostos e a limitação de dados sobre exposição humana disponíveis na literatura.

Tomando-se como referência o parecer da American Cancer Society sobre este assunto, é possível que alguns anti-perspirantes possam irritar a pele e que não é raro o desenvolvimento de uma infecção chamada hidradenite supurativa, que se inicia na glândula sudorípara na axila ou região inguinal. Esta infecção pode levar à bacteremia (bactérias na corrente sanguínea) e choque se não tratado adequadamente. A depilação com lâmina pode agravar uma infecção axilar.

Entre os inúmeros estudos epidemiológicos que descrevem os fatores de risco associados ao desenvolvimento de câncer de mama este parece ser o primeiro que estabelece que o uso de antitranspirante aumenta o risco para câncer de mama. Portanto, deve-se considerar que ainda não há estudos suficientes nem conclusivos que comprovem a associação positiva entre a exposição a parabenos e a presença de danos no DNA que poderiam levar ao câncer.

Os principais fatores de risco para câncer de mama são o histórico familiar, obesidade, alimentação inadequada, tabagismo e faixa etária elevada. A ação mais efetiva que as mulheres podem adotar para se protegerem é submeterem-se anualmente ao exame clínico, fazer mamografia periodicamente. Embora não previna do câncer de mama, a adoção dessas práticas certamente aumentará as chances de detectá-lo precocemente, quando é mais facilmente tratado.

Um estudo epidemiológico  publicada em 2002 em comparação 813 mulheres com câncer de mama e 793 mulheres sem a doença. Os pesquisadores não encontraram nenhuma ligação entre os antitranspirantes e o câncer de mama , ou no uso de desodorante, ou até mesmo em raspar as axilas e aplicá-lo.

Outro estudo publicado em 2003 olhou para respostas de questionários enviados para as mulheres que tiveram câncer de mama. O pesquisador informou que as mulheres que foram diagnosticadas com esta doença em uma idade mais jovem disseram ter usado antitranspirante e começou a raspar suas axilas mais cedo e raspou mais frequentemente do que mulheres que foram diagnosticadas quando eles eram mais velhos. Mas o desenho do estudo não incluiu um grupo de mulheres de controle, sem câncer de mama e tem sido criticado por especialistas como não relevantes para a segurança dessas práticas de higiene nas axilas.

Ainda falando sobre o compostos à base de alumínio  que são os  ingredientes ativos em antitranspirantes, alguns estudos têm sugerido que estes compostos de alumínio podem ser absorvidos pela pele e provocam mudanças nos receptores de estrogênio de células da mama, o estrogênio pode promover o crescimento de ambas as células de cancro da mama e não cancerosa, alguns cientistas têm sugerido que a utilização de compostos à base de alumínio pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de cancro da mama, e mais uma vez surge a hipótese que os antitranspirantes e o câncer de mama estão relacionados.

Mas isso não é muito claro que o alumínio é absorvido através da pele. Um estudo que olhou para a absorção de alumínio a partir de antitranspirantes contendo cloridrato de alumínio aplicado às axilas constatou que apenas uma pequena fração (0,012%) foi absorvida. A quantidade real de alumínio absorvida seria muito menor do que o que seria de esperar para ser absorvida a partir dos alimentos uma pessoa come durante o mesmo tempo.

Também não parece que o tecido de câncer de mama contém mais alumínio do que o tecido mamário normal. Um estudo que olhou para as mulheres com câncer de mama não encontraram nenhuma diferença real na concentração de alumínio entre o câncer e o tecido normal circundante.

Neste ponto, nenhuma ligação clara foi feita entre antitranspirantes contendo alumínio, parabenos e o câncer de mama.

Mesmo que não haja evidência que apóia uma conexão entre antitranspirante e o câncer de mama, se você ainda está preocupado como usá-los, é aconselhável a leitura dos rótulos dos produtos e aprender sobre os ingredientes que contêm.

Se você preferir, você pode tentar uma alternativa antitranspirante sem alumínio, ou mesmo utilizar-se de receitas caseiras.

Fonte:http://www.cancer.org

Fonte:http://www1.inca.gov.br

Load More Related Articles
Load More By Portal Perfumes
Load More In Curiosidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Perfume Kaiak masculino

Há anos a empresa Natura vem investindo no perfume Kaik, hoje além do tradicional a marca …